domingo , 22 outubro 2017

Windows 10 Mobile está no mesmo patamar do Windows RT: Hardware e evolução do software não são o foco da Microsoft

A Microsoft nunca disse publicamente que o Windows RT estava morto, embora todos nós sabemos que esta é realidade há muito tempo. O sistema operacional até hoje recebe atualizações e correções de segurança e é só. E agora o Windows Phone, ou Windows 10 Mobile, acaba de entrar na mesma situação.

Joe Belfiore, que no passado foi o Head de Windows Phone e atualmente cuida de Windows e do browser Edge, usou o Twitter para esclarecer como a Microsoft está tratando o segmento mobile.

Ao ser perguntado por um usuário de Windows 10 Mobile se é a hora de deixar a plataforma, Joe respondeu:

Depende de quem você é. Muitas empresas continuam distribuindo (WP) para seus funcionários e nós continuaremos dando suporte à eles. Como um usuário final (individual), eu troquei de plataforma por causa da diversidade de apps e hardwares. Nós daremos suporte a estas pessoas também. Escolha o que for melhor pra você.

Alguém que não entendeu muito bem o que ele quis dizer (sempre tem um) insistiu no assunto, e Joe complementou:

É claro que nós continuaremos dando suporte à plataforma (Windows 10 Mobile). Correções de bugs, atualizações de segurança e etc. Mas construir novas funcionalidades ou hardware não são o nosso foco.

Meio que em tom de desabafo, Joe Belfiore comentou as dificuldades que a empresa teve em trazer aplicativos para a plataforma.

Nós tentamos ao máximo incentivar os desenvolvedores de aplicativos. Demos dinheiro, construímos aplicativos pra eles, mas o volume de usuários era muito baixo para justificar o investimento da maioria das empresas.

Por outro lado a Microsoft parece estar sendo bem sucedida no processo de colonização das demais plataformas. Nessa semana o Edge ganhou uma versão preview para iOS e Android e agradou os usuários. E é claro que nem preciso comentar o tanto que os aplicativos do pacote Office, OneNote e OneDrive são utilizados em todos os ecossistemas.

MAS E O SURFACE PHONE?

Como eu comentei nesse vídeo que gravei há alguns meses, o mitológico Surface Phone (que dúvido que será lançado com esse nome), se um dia chegar ao mercado será um notebook ultra portátil que caberá no nosso bolso. Isso não quer dizer que ele substituirá o smartphone. Ao que tudo indica, a Microsoft pretende lançar uma nova categoria de dispostivos. Mas é claro, só estou especulando aqui com base nas poucas informações que temos agora.

Resumo da ópera… é sim hora dos usuários finais (nós) termos um smartphone Android ou iOS como nosso celular principal. Um dispositivo com Windows 10 Mobile será usado como um hardware adicional para uso corporativo e/ou produção de conteúdo, um grupo que eu também me encaixo, mas que certamente não é a maioria do mercado.

About igorlt

Twitteiro compulsivo formado em Rádio & TV. Usuário Nokia desde 1999 e expert em Mobile Payment.
  • Agent Cooper

    Em resumo, a Microsoft vai dá suporte ao Windows 10 Mobile até 2019 conforme o prometido (principalmente pra evitar processos) mas os usuários não devem esperar nenhuma novidade pra plataforma. É o fim até que a Microsoft prove o contrário.
    Parabéns pela matéria com comentários realistas e sensatos Igor, mas cuidado para alguns colegas seus não lhe chamarem de “#Techmanja” ou perguntar se a “A Microsoft é boba?” ou “Usas SD card? (kkkkkk)” porque segundo eles vai tudo bem com o W10M e que o foco atual é os EUA e o mercado corporativo.

    Faço piadas, mas é triste vê um produto que eu gostava ter um fim melancólico.

    • Breno

      Sim. O pior de tudo é ver aquele André Buss aqui com suas falácias e defesas rasas para garantir o emprego como MVP.

    • Cortana ✔

      A visão da Microsoft está muito além do que vocês imaginam. O sistema operacional é apenas um meio, a Microsoft está focada em conquistar os usuários com seus serviços, por isso até o Edge está se tornando multiplataforma.
      O usuário não está nem aí para o sistema operacional, ele quer ter acesso aos serviços que ele gosta. Já imaginou um Android sem os serviços do Google? O usuário não daria a mínima para ele.
      O Google primeiro conquistou os usuários do Windows com seus serviços, para só depois lançar seu próprio sistema, o inverso nunca funciona.

      • Agent Cooper

        “Já imaginou um Android sem os serviços do Google? O usuário não daria a mínima para ele.”
        Na China empresas como a Xiaomi, Oppo, Vivo e Huawei usam o Android como sistema, mas sem os serviço do Google e mesmo assim batem recordes de venda por lá.

        Ué…

  • Breno

    Infelizmente terei que ir para o Android. A Microsoft está sim bem financeiramente. Mas o usuário comum não está nos planos da Microsoft. E ela está certa. Por isso eu digo, o Xbox será cancelado algum dia. Aceite que é melhor. Android e iOS é que nos resta. Duopólio.

    • Cortana ✔

      Xbox cancelado? Você fala do hardware ou do serviço?

      • Breno

        Hardware. Quase confirmado.

        • Maicon Bruisma

          Sabe de porra nenhuma. Tecmanja

      • Breno

        O serviço será vendido para a Apple…

        • Cortana ✔

          Ah, sim, claro!

          • Breno

            Não duvide. A Microsoft apenas quer $$$

      • Breno

        E você Cortana, é péssima no Brasil. Quase inexistente.

  • Giovani Chiaparin

    Uma pena, mas a culpa é de nós mesmo usuários, o windows mobile não agradou todo mundo, o Android reina no mundo mobile, vou sentir saudades das animações e do diferencial que o windows tinha, mas desdebwue mudou para o 10 ae desandou, muitos bugs e lentidão, fora a eterna falta de apps… o Android tá muito bom mas não tem essa vida que tinha o windows, animações, tiles e tals, mas é isso, bola pra frente…

    • Breno

      Culpa de nós usuários? Sou defensor ferrenho da plataforma, assim como muitos e só vejo notícias desanimadoras.

      • Giovani Chiaparin

        Digo usuários em geral principalmente os de outras plataformas que acomodados com as mesmas nem se deram por curiosos de saber e testar o windows, ou até testaram e não gostaram mesmo, um colega meu tinha um Lumia 710 e passou pra frente por causa das limitações da época quando ainda tinha o zune e nem quis mais saber depois que melhorou, fora os que sempre falaram mau ae passando de um pra outro o sistema ficou com má fama, fazer o que? Mas eu tb sempre defendi com unhas e dentes o windows, mas depois do 10 ficou bem ruim infelizmente.

  • Finalmente uma matéria honesta, geralmente é “Microsoft confirma a morte do Windows Mobile”, “É o fim do Windows Mobile”, etc… Muito boa a meteria, e pra mim pelo menos dá para continuar, pelo menos até o fim do suporte, ainda mais pelo fato de eu ter um Android como aparelho secundário

  • Lembrando que o Windows RT evoluiu para Windows 10S 😉 Trazer funcionalidades do Windows 10 (que hoje só roda em x64) para um ARM em 32 seria um gasto desnecessário.

  • A notícia não surpreende, apenas confirma o veredito dramático vindo da própria empresa. O mercado não perdoa, e devido a vários deslizes antes mesmo da chegada do W10 a Microsoft botou a perder esse sistema operacional com grande potencial. Infelizmente agora segue o duopólio da Apple e da Google no mercado de smartphones. Tenho certeza que vários usuários, assim como eu, já haviam deixado a barca furada e migrado para o Android ou iOS antes que anunciassem isso. Vou seguir com o Lumia 730, um excelente aparelho, como operadora adicional (e obsoleta, portanto, de ambas as formas – chip e aparelho). Afinal é mito ter dois números de operadoras distintas, acabamos mantendo só um chip para custear um plano.

  • Felippe Martiniano

    Na verdade o surface pocket sera um hibrido de tablet e smartphone com tela dupla ou dobrável de oled (da lg), que tera suporte a chamadas e sms, e a mesma direção q samsung estao indo.

  • Mateus

    Ainda bem que acordei há tempo do “mundo dos sonhos” e já estou com um Android e o universo de aplicativos que a loja tem… nem que o cenário mudasse hoje cogitaria voltar para um Windows Phone com a falta de app’s em relação as outras plataformas… e outra é a sua tradição de “matar” e encerrar certos serviços, tem que ser muito fã mesmo!