segunda-feira , 15 julho 2019

Satya Nadella: “Mesmo que ninguém mais faça aparelhos com Windows Phone, nós faremos”

O CEO da Microsoft deu uma entrevista confortante hoje dizendo tudo que os usuários de Windows Phone precisavam ouvir. Nos últimos dias, o futuro da plataforma mobile foi questionado após as demissões anunciadas na divisão de hardware da Microsoft.

A seguir, estão os principais trechos da entrevista dada por Satya Nadella ao ZDNET (leia a entrevista completa aqui).

“Mesmo que ninguém mais faça celulares Windows, nós faremos. Os smartphones Lumia continuarão existindo”.

“Nós faremos tudo o que for necessário para termos progresso no segmento de celulares. Inclusive hoje, Terry Myerson (líder da divisão de dispositivos Windows) reforçou mais uma vez, que sim, teremos novos celulares Lumia high end sendo lançados ainda este ano”.

“Se houver vários fabricantes, teremos uma estratégia. Se houver apenas um fabricante, teremos uma estratégia. Estamos comprometidos em ter smartphones em três segmentos. Eu acredito que os detalhes operacionais ficarão claros quando o público puder conhecê-los. Eu quero que as pessoas nos avalie pelos telefones que nós produzimos, não pelos procedimentos internos – o que fazemos para produzí-los – porque isso não deve ser relevante para os consumidores”.

“Aplicativos universais serão construídos porque os desenvolvedores querem levá-los para o desktop. O motivo pelo qual qualquer pessoa escreva um aplicativo universal não são os nossos 3% de market share em smartphones. É por causa do um bilhão de consumidores que terão o Menu Iniciar que eles farão um aplicativo. Você inicia lá e o leva para múltiplos locais. Os aplicativos podem ir para o telefone. Os aplicativos podem ir para o HoloLens. Para o Xbox”.

Pra finalizar, a jornalista perguntou se Nadella usa um Windows Phone, algo que eu aqui pergunto sempre. Inicialmente respondeu “Sim, com certeza”. A jornalista pressionou e quis saber se ele já estava usando um dos futuros aparelhos que serão lançados. O CEO da Microsoft mostrou então um Lumia 830. Era o que ele estava usando hoje quando deu a entrevista.

Teria sido melhor se todas estas declarações tivessem sido dadas no mesmo comunicado ou no mesmo dia em que a Microsoft anunciou sua reestruturação. De qualquer forma, é confortante ver que a Microsoft está comprometida com a continuidade do Windows Phone, afastando os rumores sobre uma possível morte da plataforma.

About igorlt

Twitteiro compulsivo formado em Rádio & TV. Usuário Nokia desde 1999 e expert em Mobile Payment.