domingo , 26 maio 2019

Viber é vendido para empresa japonesa por U$ 900 milhões

viber-logo-600x387

A Rakuten é uma gigante do comércio eletrônico japonês que já atua em diversos lugares do mundo, inclusive no Brasil.

Na manhã de hoje, a Rakuten anunciou ter adquirido o Viber pela bagatela de U$ 900 milhões: um valor surpreendente.

A desafiadora estratégia da Rakuten é se tornar um dos pilares da internet como Google e Facebook, por exemplo.

Viber_Stickers_WindowsPhone

Diferente do WhatsApp, atual líder no segmento de aplicativos de chat, o modelo de negócio do Viber é baseado na venda de adesivos (stickers) dentro do aplicativo. Essa é exatamente a mesma estratégia que vem sendo adotada pelo Line. Aliás, Viber e Line também contam com aplicativos para desktops, algo que o WhatsApp ainda não explorou.

Como usuário dos três serviços, minha opinião é que o WhastApp só se mantém na liderança devido a sua base de usuários que continua ativa e ainda tem dificuldade em olhar para as alternativas. É aquela coisa do tipo “todos meus amigos usam, então vou usar também”.

Com pouco tempo de uso é possível perceber que tanto o Line quanto o Viber já estão em condições superiores e contam com mais recursos e com uma interface mais agradável. Resta saber quando os usuários descobrirão isso.

About igorlt

Twitteiro compulsivo formado em Rádio & TV. Usuário Nokia desde 1999 e expert em Mobile Payment.