segunda-feira , 16 setembro 2019

Foursquare, geolocalização e privacidade

Este é um tema que não há consenso! Cada um pensa uma coisa, e vou colocar aqui a minha visão sobre o tema.

Que a geolocalização é uma tendência, acho que ninguém discorda. Taí o Foursquare, o Facebook Places e outras novidades que estão chegando com base nessa funcionalidade. A questão é até onde é seguro usar esta ferramenta em um país com o Brasil?

Sou heavy-user do Foursquare e com frequência alguém me alerta que é perigoso postar sua localização pra todos ou algo do tipo. Concordo com esta afirmação, e acho que nós todos ainda temos que aprender a usar esta ferramenta. Pra isso, destaco alguns pontos de atenção”:

1 – No Foursquare, tenha apenas pessoas que você confia.

No Foursquare você só deve cadastrar seus amigos (reais ou virtuais). Na teoria, você só deve ter cadastrado pessoas “em que você confia”. Logo, você não deveria ter a preocupação de ser sequestrado, roubado e etc. Mas nem tudo é tão simples assim e é aí que surge o segundo ponto.

2 – Integração do Foursquare com Twitter e Facebook

Aí é que mora o perigo! Quando o seu Foursquare está integrado a outras redes, qualquer pessoa pode ter acesso aos seus check-ins. Mas aqui vale uma consideração… Mesmo quando esta integração é feita, em cada checkin você tem a opção de permitir ou não que ele seja automaticamente postado no Twitter e no Facebook. O segredo da coisa é saber usar essa função. Ex: A princípio, não vejo problemas em você fazer um checkin no show de sua banda preferida no estádio do Morumbi, e deixar que esta informação vá a conhecimento de todos via Twitter e Facebook. Por um outro lado, se o checkin for em uma joalheria talvez esta não seja uma boa opção. Pode parecer absurdo, mas já vi gente fazer checkin até quando ia fazer um saque no banco. Independente disso, você poderia fazer o checkin de uma forma em que só seus amigos do Foursquare vejam, onde em teoria não haveria problema algum, ou até mesmo usar a função off-the-grid, que vemos a seguir.

3 – Off-the-grid

O Foursquare tem essa opção que de fazer um checkin “fora da grade”. Nenhum dos seus amigos conseguirão saber onde você está. Apenas saberão que você fez um checkin, mas não saberão onde. Este tipo de checkin aumenta significativamente durante a madrugada, e sempre que vejo fico tentando imaginar onde a pessoa está, e as coisas que me vem na cabeça são: “Sauna gay, inferninhos da Augusta, Motel ou qualquer outra coisa que envolva sexo e fetiches”.

Um ponto que vale a refletir é que muitas vezes, parte dessas pessoas que tem pavor a geolocalizaçao, podem ser facilmente localizadas mesmo sem nunca ter chego perto do Foursquare. Uma pessoa com emprego fixo que trabalhe em um comércio ou escritório, poderia ser facilmente localizada, já que teoricamente o local e o horário de trabalho não são exatamente  informações confidenciais, certo?

Ainda nessa linha, se você pegar como referência alguém que apresente um programa de TV ou rádio ao vivo, você perceberá que facilmente é possível saber onde a pessoa está. Nesse caso, essa pessoa “faz um checkin” todo dia ao dar as caras e a voz no rádio ou na TV. (Mesmo que ela nem saiba o que Foursquare)

Me lembrei agora de quantas vezes o pessoal do Pânico encontrou o Silvio Santos na porta do Jassa. Será que o Silvio usou o Foursquare pra dizer que estava lá? Claro que não! rsrs

Mas voltando a essência do post, a ferramenta existe e a maior dificuldade é saber usar. Eu mesmo acho que muitas vezes já cometi excessos, e reconheço que ainda estou aprendendo a lidar com isso. Não é fácil!

E você,, usa o Foursquare ou algum serviço semelhante de geolocalização? Ou você tem pavor disso?

About igorlt

Twitteiro compulsivo formado em Rádio & TV. Usuário Nokia desde 1999 e expert em Mobile Payment.