Qual será o futuro da Nokia?

Há exatamente dois meses, eu publiquei o post: “Qual será o futuro do N900?”

Hoje a pergunta é bem mais abrangente. Qual será o futuro da Nokia?

Desde o anúncio da parceria entre Nokia e Microsoft, uma legião de fãs da empresa filandesa tem se revoltado nas redes sociais. Bem, se eu dissesse que fiquei feliz com essa notícia, certamente estaria mentindo. Por outro lado, ainda não consigo ver essa estratégia como negativa em todos os seus aspectos. Vou levar mais tempo pra digerir essa informação e entender todas as suas vertentes.

O webcast do anúncio feito hoje deixou muitas dúvidas. Infelizmente os jornalistas presentes no local não souberam fazer as perguntas certas. Pra se ter uma ideia, a primeira pergunta foi sobre o Symbian Series 40. Com todo respeito as pessoas que possuem aparelhos Series 40 (e são muitas), nessa altura do campeonato e com tanta coisa em jogo, uma pergunta sobre essa modalidade de aparelhos só teria cabimento quando ficassem sem assunto.

Ficou claro que a Nokia não será apenas mais um fabricante a adotar o Windows Phone como a HTC e Samsung. O relacionamento entre Nokia e Microsoft será bem maior. A Nokia irá auxiliar na construção/evolução do Windows Phone. O know-how da Nokia em serviços como o Ovi Maps, Ovi Store e etc. será aproveitado e estará presente no sistema operacional da Microsoft. Aliás, quero ver como os demais fabricantes vão reagir ao anúncio de hoje.

Tudo isso é muito legal, e até aqui estou totalmente de acordo. Onde começo a me sentir desconfortável foi com a forma que a Nokia desprezou o Symbian. Por mais que o Symbian tenha seus defeitos, ele ainda é o líder do segmento em todo mundo. Pela primeira vez estou vendo uma empresa deixar em segundo plano seu principal produto que é líder de mercado, para apoiar o lançamento de outro produto que nem seu é.

O Symbian vai continuar é verdade. O volume de vendas da Nokia é impressionante, e a expectativa é de que mais 150 milhões de aparelhos com Symbian sejam vendidos ainda este ano. No entanto, o CEO da Nokia já deixou claro que o foco, a prioridade, a galinha dos ovos de ouro da empresa, será o Windows Phone.

Eu adoraria ter nos novos aparelhos a possibilidade de escolher o sistema operacional que vou usar. Windows Phone, Symbian ou quem sabe ambos? Isso seria muito bom, e a reação do mercado seria totalmente diferente dessa que estamos vendo. Desde que o anúncio foi feito, as ações da Nokia não param de cair , e no meu ponto de vista, isto deve-se a falta de informações e transparência dessa nova estratégia.

Se nessa semana eu elogiei o Stephen Elop pela franqueza em seu memorando interno (sim, ele confirmou que realmente foi escrito por ele), no anúncio de hoje muitas perguntas ficaram no ar, como:

  • O que acontece com o MeeGo?
  • Enquanto o Windows Phone não chega, vale a pena desenvolver para Symbian? Por quê?
  • Os aparelhos atuais poderão sofrer upgrade para Windows Phone?
  • Por que alguém compraria um aparelho Symbian no momento sabendo que a Nokia está apostando em outro SO?

Ok, eu poderia até arriscar a resposta de algumas dessas perguntas. Mas essas informações deveriam estar no discurso feito pelo Stephen Elop sem que ninguém perguntasse. O mercado reagiria diferente.

Pra quem não pode acompanhar, houve um momento em que foi perguntado sobre o MeeGo e o CEO da Nokia apenas disse que mais adiante surgirão informações sobre ele, e que este ainda não é o momento de falar sobre o tema. Em outra oportunidade, um jornalista perguntou se haverá upgrade dos aparelhos com Symbian ^3 para Windows Phone, e a resposta foi de que esse upgrade não é tão simples e os engenheiros da Nokia estão avaliando quais aparelhos o suportariam e como isso seria feito. A resposta dessa pergunta era fundamental em um anúncio como o de hoje. Infelizmente, o anúncio trouxe mais perguntas do que respostas.

Como já disse outras vezes, entendo a necessidade da parceria para que a Nokia consiga de fato entrar no mercado americano. Faz todo o sentido e temos que respeitar isso. Porém, a forma que a coisa está sendo feita, passa a impressão de que a Nokia está abrindo mão dos seus clientes fiéis (ou pelo menos colocando em jogo a continuidade dessa base), em prol de um negócio muito maior que pode ou não acontecer.

Sou cliente Nokia de carteirinha desde 1999. Nesses últimos anos, comprei todos os meus celulares Nokia (imagem abaixo) sem pensar duas vezes.

Todos estes aparelhos tinham claramente um diferencial de seus concorrentes, o que os colocavam em outro patamar. Ao adotar um sistema operacional não proprietário, meu receio é de que esses diferenciais, que certamente continuarão existindo, não sejam tão perceptíveis para o usuário. Ex: para os mais leigos no assunto um Nokia e um HTC poderão parecer “a mesma coisa” se ambos tiverem Windows Phone.

No geral, acredito que essa estratégia vai trazer um aumento do volume de vendas, a Nokia conseguirá marcar presença nos EUA, os desenvolvedores vão aderir ao Windows Phone 7 e o Stephen Elop vai garantir seu bônus milionário. Mas me preocupa se mesmo tudo isso acontecendo, os celulares Nokia virarem apenas mais um na prateleira, e as pessoas comprarem porque eles são bonitinhos e não pelo que eles são capazes de fazer.

Se até hoje eu não pensei duas vezes em qual seria o melhor celular, o anúncio de hoje me deixou em dúvidas. Sinceramente, não tenho condições de imaginar qual celular estarei usando no próximo ano. MeeGo, Windows Phone, Android, ou até mesmo o Symbian, só nos próximos meses é que espero ter como avaliar qual a melhor escolha.

Sobre igorlt

Twitteiro compulsivo formado em Rádio & TV. Usuário Nokia desde 1999 e expert em Mobile Payment.

9 comentários

  1. Google Chrome 9.0.597.94Windows XP

    Olha, a favor no WP eu não sou, mas com as propostas da Nokia, não da pra saber qual será o resultado.
    Se a Nokia realmente participar efetivamente do desenvolvimento do WP, talvez o SO venha a ser um dos melhores do mercado. Na verdade não acredito que a Microsoft vai ser tão aberta assim a opiniões, mas se estiver, ela só tem a ganhar com isso, uma vez que o WP não tem muita credibilidade (pelo menos ainda) no mercado dos smatphones.
    Quem tem a ganhar com isso é mais a Microsoft do que a Nokia, pois com certeza o WP ficará mais visível no mercado, uma vez que a Nokia é lider no segmento.
    Para a Nokia, qual seria a graça de pegar um Android, que já é montado e desenvolvido por outra empresa? A Nokia quer, pouco a pouco, montar o SO com a cara dela, e a Microsoft acho que vai entrar de cabeça nisso, investindo e dando um nome forte para o SO.
    Para quem tem Symbian, eu acredito q logo logo, pouco a pouco, o SO vai ir ficando de lado… Vão parar com as atualizações, novidades, etc.

    Você falou tudo ai em cima… Qual é a graça de pegar um aparelho que “é igual aos outros”?
    A Nokia ta arriscando forte e corre o risco de perder mais do que ganhar. Só o tempo dirá.

  2. RockMelt 0.9.44.230Windows XP

    Boa tarde!!!

    Esse seu post mostrou muito dos que admiravam a Nokia sentem.
    Mas, assim como vc, tenho esperanças dq haverá espaço pra as 3 plataformas e com isso alcançando todos os mercados possíveis…

    À espera de novidades para continuar a acreditar nisso.

  3. Firefox 3.6.13Windows XP

    Eu estaria mais animado se fosse falado que o QT fosse usando no WP7. Pelo menos desta forma ainda teríamos os novos apps.

  4. Firefox 3.6.13Windows 7

    estou de pleno acordo com o conteudo da matéria tb sou fã da nokia de carteirinha mas hoje ja começo a pensar diferente a não ser q a Nokia mude sua postura e reveja quas opções melhores para não deixar nenhum cliente insatisfeito, que não consigo visualizar essa proposta de insatisfação.

  5. Firefox 2.0.0.1GNU/Linux

    Não estou insatisfeito, mas não me agradou o fato do WP7 não adotar o QT, ou seja, ou desenvolve pra Symbiam/MeeGo ou WM7.

    Vemos celulares com android muito agressivos, como o Xoom que tem a versão desktop do Firefox. E qual o diferencial do WP7???

    Só vejo vantagem pra Microsoft, tá parecendo que a Nokia está sendo comprada!!!

    Como abandonar a base de clientes? Isso é inadimissível e foi esta impressão que ele passou!!!! Se o WP7 usasse o QT tudo faria sentido!

    A Nokia tomou um posicionamento já que a mídia está acabando com o Symbiam, tem muito dinheiro envolvido nesta morte do symbiam (uma gigante Google por trás)

    Estou insatisfeito da forma como Elop está dirigindo a Nokia, pois além da Nokia há sua base de clientes, que é o seu maior valor. Espero que esta arrogância toda diminua e que ele responda todas as pergunta. Outro Steve Jobs?

  6. Internet Explorer 8.0Windows 7 x64 Edition

    Para mim a Nokia deveria deixar tudo do jeito que esta e continuar a investir no Symbian, agora tudo mudou, que estava esperando o Symbian ^4 pode ter a certeza que não virá mais.
    Alem de tudo, eu ainda achava que deveria ter mais investimento na plataforma Maemo, quem conhece o N900 sabe do que eu estou falando, é uma aparelho incrivel.
    Agora eu não sei mais qual será meu futuro, certamente devo mudar para IOS

  7. Firefox 3.6.8Windows Vista

    Outra questão: como ficam os outros fabricantes que também produzem telefones com o sistema da Microsoft? O acordo é de exclusividade com a Nokia? Ou a Nokia vai contribuir com a evolução do sistema para os outros pegarem carona, assim de graça, como acontecia com Symbian na época que virou “open source?

    • RockMelt 0.9.44.230Windows 7

      APF,

      O acordo não é de exclusividade, mas os serviços desenvolvidos pela Nokia, muito provavelmente só estarão presentes nos seus celulares. Esse será o diferencial da Nokia, além do hardware, é claro!

  8. Firefox 3.5.10Windows XP

    Para mim a troca foi clara:

    Pegar o know how de uma base de desenvolvedores de uma plataforma aberta (ou quase aberta) e entregar para um gigante de softwares fechados. Simples assim.

    Um tiro no pé que o mercado, e os usuários, não vão perdoar.

    Afinal de contas, nos dias de hoje, a Samsung já passou a Apple e a Nokia como maior vendedor de celulares do mundo. Dá para entender agora como o mercado de telefones de hoje se movimenta. Bem ele e EXATAMENTE IGUAL ao mercado de computadores e requer soluções abertas, simples e de fácil migração. Bem como uma base de desenvolvedores que não são monopolizadas.

    Dá para colocar isso na cabeça destes senhores executivos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

Connect with Facebook

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>